Gato convocado para júri em tribunal - Dartanhã

Breaking News

test banner

Breaking

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

21.1.10

Gato convocado para júri em tribunal

Em Boston, Estados Unidos, um gato foi convocado para fazer parte de um júri, num julgamento que irá ter lugar no dia 23 de Março deste ano.

Tudo terá começado quando a dona de Sal, o gato, incluiu inadvertidamente o seu animal de companhia como membro da família num censo realizado na sua cidade. O documento, aparentemente, estava rasurado e tinha um pequeno anexo, onde estaria escrito, Sal Exposito «Cat».

O que é certo é que o nome do gato entrou no sistema informático judicial de Boston e agora o gato foi convocado para se apresentar no tribunal de Suffolk, na data marcada.
A dona do bichano, Anna Exposito, já apresentou uma declaração nos serviços administrativos do tribunal, afirmando que Sal era um gato, que não falava inglês e que por esse motivo não poderia fazer parte do júri, mas estas declarações não foram levadas em conta e Sal terá de «realizar seu dever cívico», ou então terá de arcar com as penalizações que o juiz decidir aplicar em casos como este e previstos na lei, para quem é convocado e não se apresenta.

Assim, apesar de se sentir chocada, Anna estará presente no próximo dia 23 de Março com o seu gato no tribunal, à hora marcada, acompanhando-se do parecer de um veterinário a explicar o óbvio. Sal não tem condições para fazer parte do júri e não seria capaz de explicar aos restantes jurados a sua opinião.

Anna Exposito já deve ter percebido que nos censos entram as pessoas, e nos documentos existentes para controlo dos animais entram os animais de companhia - por mais que estes façam verdadeiramente parte da família.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Páginas