2.1.10

Grêmio Recreativo Carnavalesco Primos da ILha

A Grêmio Recreativo Carnavalesco Primos da ILha foi fundada em 1991. Nélson Medeiros, ex-presidente da G.R.E.S. Vitória Régia da Praça 14 fundou a Entidade já como escola de Samba que teve no bairro do São Francisco sua base para alçar o sucesso. As cores da escola são o azul e o branco e seu símbolo é uma ilha com um pandeiro e dois coqueiros.

A Primos inciou-se no carnaval desfilando em 1993, apenas como convidada da então nascente AGEESMA, no Sambódromo de Manaus. Em 1994 homenageou o futebol. Em 1995 foi a vez de falar de Klinger Araújo, cantor de toadas de boi e radialista de Manaus. Isso ainda no Grupo Especial. Em 1996 já no Grupo 1 rouxe o Maestro Carlos Gomes à passarela do Samba, ficou em 4o.Lugar. Em 1997 se auto-homenageou com o bom samba que falava: é nove horas tudo éfolia/ Primos da Ilha veste a fantasia/Quem está fora vem pra dentro/ Quem está dentro entra na folia.

A Primos ficou em 4o. lugar. Em 1998 foi o enredo falando de Nilo, jogador de futsal. Mais uma vez, 4o. lugar. Em 1999 a Primos desfilou mesmo sem recursos. Somente ela e a Presidente Vargas desfilaram no Sambódromo, sem julgamento. Em 2000 foi campeã junto às outras 3 escolas: Ipixuna, Ciganos e Pres. Vargas. Não houve julgamento. Em 2001 foi proclamada campeã pelo único jurado que foi posto para julgar pelo Grupo 1 , Marinho Saúba, da Vitória Régia. O resultado não foi aceito pelas outras escolas. Em 2002 mais uma vez ganhou. Houve 3 jurados no Sambódromo, enre eles: Didi Redman, atual presidente da AGEESMA (2004-2005). Em 2003 ficou em 4o. lugar com júri da AGEESMA. Em 2004 venceu com jurí da AGEESMA. Desfilou como convidada e manteve-se no Grupo especial para 2005.

Fundação

1991

Cores

Azul e branco

Bairro

São Francisco

Share this