Header Ads

África do Sul lança campanha de combate à Aids a menos de dois meses da Copa do Mundo

da Agência Brasil
26/04/2010

Brasília – A menos de dois meses da Copa do Mundo de Futebol que será realizada na África do Sul, o presidente sul-africano, Jacob Zuma, lançou hoje (26) a maior campanha já realizada no país para o combate a doença. As estimativas indicam que cerca de 5 milhões de sul-africanos estão contaminados pelo vírus HIV que atinge crianças, jovens e adultos.

Zuma disse que o objetivo da campanha é alcançar a 15 milhões de pessoas e garantir o tratamento de pelo menos 80% dos portadores do vírus HIV. A iniciativa estimula que as pessoas se submetam gratuitamente ao teste anti-HIV e recebam preservativos também de graça.

A direção do Programa Conjunto das Nações Unidas informou que a população sul-africana é a que registra o maior número de contaminados pelo vírus HIV no mundo. Os últimos dados mostram que 18% dos adultos do país estariam contaminados.
“A África do Sul pode acabar com a trajetória da epidemia do vírus HIV”, disse o diretor-executivo do programa, Michel Sidibé.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), que é vinculada às Nações Unidas, há cerca de 33,4 milhões de pessoas infectadas pelo vírus da Aids no mundo. Deste total, 25,3 milhões vivem no continente africano. Só na África do Sul há cerca de 420 mil crianças que perderam seus pais em decorrência da doença.
Tecnologia do Blogger.