Vigília Internacional pelas Vítimas da AIDS

HISTÓRICO

No inicio dos anos oitenta o mundo foi surpreendido por uma doença nova e ameaçadora. Era fatal em quase 100% dos casos e a morte era dolorosamente cruel. E parecia ter endereço certo, ela se manifestava em homossexuais e isso gerou pânico em algumas comunidades e despertou o lado obscuro da humanidade, o do desrespeito e do preconceito. O Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos já havia identificado e notificado o novo mal, que assumia características epidêmicas. No entanto o governo de Ronald Reagan insistia em negar sua existência, apesar das evidências.

Foi quando em 1983 um grupo de pessoas, lideradas por mães e companheiros de vítimas da AIDS, reuniu-se à luz de velas para dar visibilidade ao crescente número de mortes e se contrapor à intransigência do Governo Reagan, que não se manifestava publicamente sobre a Epidemia. A data foi propositadamente escolhida no terceiro domingo de maio, por ser o domingo seguinte ao Dia das Mães. Era uma manifestação onde ninguém era acusado pelas mortes e não havia muito que reivindicar, apenas que fosse reconhecido que a sociedade teria que conviver com uma situação até então totalmente desconhecida até pelos cientistas. E conseguiram. Diversas instituições, como o Sindicato dos Jornalistas de Nova Iorque, chegaram a apoiar materialmente a reivindicação e Reagan foi obrigado a ceder e reconhecer o estado de epidemia, determinando que providências fossem tomadas para seu controle.

E desde aquele 3º domingo de maio 1983 essa reunião continuou a acontecer, em várias partes do mundo sob o nome Candlelight International Vigil. Com o reconhecimento da doença, o foco dos encontros passou a ser a lembrança dos entes queridos e de que maneira essas recordações poderiam ser transformadas em ações. A profundidade de sentimentos e a espiritualidade envolvidas fizeram com que houvesse uma aproximação com tradições religiosas e atualmente o Candlelight é celebrado em todo o mundo no terceiro domingo de maio aproximando comunidade, movimentos sociais e tradições religiosas com um grande objetivo: fazer com que nenhuma das mortes por AIDS tenha sido em vão. No Brasil, o movimento adquiriu o nome VIGILIA INTERNACIONAL PELAS VITIMAS DA AIDS.

Conheça mais sobre este movimento internacional em http://www.candlelightmemorial.org, onde você poderá acender uma vela virtual em intenção de uma vitima da AIDS.

Tecnologia do Blogger.