Header Ads

Programas de prevenção da Aids em cadeias ajuda a reduzir a pena no Amazonas

Do R7

27/07/2010

A cada três dias de trabalho, um dia de pena é reduzido

Dois programas de saúde dentro das penitenciárias do Amazonas trabalham na prevenção e combate à Aids. Um dos programas da ONU transforma presos em agentes da saúde.

Os presos ajudam a difundir métodos de prevenção da doença e em troca ganham a redução da pena.

Desde o começo deste ano, dois mil detentos dos três principais presídios do Amazonas fizeram testes de Aids e em vinte internos tiveram resultado positivo.Todos eles já foram encaminhados para tratamento.

Em uma cadeia em Tabatinga, que fica na fronteira do Brasil com o Peru e a Colômbia, um programa das Nações Unidas capacitou um grupo de presos. Agora eles trabalham para prevenir a doença, já que o perigo maior está nas visitas íntimas e no uso de seringas contaminadas.

Para dar as orientações de saúde aos outros presos desta penitenciária, os alunos vão ganhar a remissão da pena, ou seja, cada três dias de trabalho na prisão darão direito a um dia a menos atrás das grades.
Tecnologia do Blogger.