Breaking

13.9.10

Pesquisa do Ibope aponta Omar com 53% e Alfredo com 32%

Do d24am
13 Set 2010

Terceira pesquisa foi divulga nesta segunda-feira e mostra que eleição seria resolvida no primeiro turno.

A terceira Pesquisa do Ibope na eleição deste ano no Amazonas, divulgada nesta segunda-feira (13) pela rede Amazônica, mostra que o governador e candidato à reeleição, Omar Aziz (PMN), da coligação ‘Avança Amazonas’, continua na frente, com 53% das intenções de votos. O senador Alfredo Nascimento (PR), da coligação ‘Amazonas Melhor para Todos’, aparece em segundo, com 32%. Apesar de Omar ter perdido 1% em relação à última pesquisa, divulgada no dia 31 de agosto, a diferença entre os dois aumentou, já que Alfredo perdeu 6%.

Hissa Abrahão (PPS) aparece com 2%. Herbert Amazonas (PSTU) e Luiz Navarro (PCB) aparecem com 1%. O número de indecisos é 8%. Brancos e nulos somam 2%. Com esses números, se a eleição fosse realizada hoje, Omar venceria no primeiro turno.

Os números são da pesquisa estimulada, quando os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados. Foram ouvidas 902 pessoas. A margem de erro é de 3%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AM) e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 2558/2010.

Na primeira pesquisa, divulgada em 30 de julho, Omar aparecia com 49%, Alfredo com 37%, Herbert com 1% e Hissa também com 1%.

Na segunda pesquisa, Omar tinha 54%, Alfredo 38%, Herbet com 2%, Hissa e Navarro com 1% cada.

Senado

A pesquisa do Ibope divulgada também tem os números para o Senado e mostrou uma inversão na segunda colocação. Eduardo Braga aparece com 80% das intenções de votos, 7% a menos que a última pesquisa. Vanessa Grazziotin (PCdoB) pulou para segundo, com 39%. Arthur Virgílio Neto (PSDB) caiu de 51% para 34%. Jefferson Praia (PDT) aparece com 9% e Marilene Corrêa (PT) com 5%.

Os números da pesquisa superam os 100% das intenções de voto por conta de que nesta eleição serão dados dois votos ao Senado. Um total de 17% dos entrevistados apontou o nome de apenas um candidato. Nas eleições, serão dois votos.