Header Ads

Brasil cai em ranking que mede igualdade entre os sexos, diz Fórum Econômico Mundial

Da Agência Brasil

12/10/2010

Brasília - Um ranking que aponta a posição dos países no quesito igualdade entre os sexos, elaborado pelo Fórum Econômico Mundial, mostra que a colocação do Brasil vem caindo nos últimos cinco anos. Entre as 134 nações pesquisadas, o país ficou na 85ª posição em 2010, quatro posições abaixo da obtida no ano passado. Em 2006, o país havia ficado na 67ª posição. As informações são da BBC Brasil.

O estudo mostra que a queda do Brasil ocorreu por causa de pequenas perdas na educação e na participação política, além do avanço de outros países.

Segundo a pesquisa, a taxa brasileira de matrícula das meninas está em 93%, contra 95% dos meninos. Na economia, a participação das mulheres na força de trabalho (64%) ainda é considerada "bastante abaixo" da dos homens (85%). Além disso, a renda estimada das mulheres equivale a 60% da dos homens (US$ 7.190 contra US$ 12.006).

O Brasil está em 123º lugar no índice que mede a percepção de igualdade salarial para trabalhos similares. No subquesito participação política, o Brasil aparece no 112º lugar, menos de 20 posições à frente da Arábia Saudita e quase 100 atrás do país latino-americano mais bem colocado, a Costa Rica.

"Com as mulheres detendo apenas 9% das cadeiras no Legislativo e apenas 7% dos cargos ministeriais, o Brasil pontua muito pouco nesses indicadores”, diz o estudo.

O relatório é elaborado todos os anos pelo Fórum Econômico Mundial. Dos 114 países que foram analisados nos últimos cinco anos, o estudo indica que em 86% houve uma redução da desigualdade entre os sexos, enquanto em 14% houve um aumento.

Edição: Juliana Andrade

Tecnologia do Blogger.