Header Ads

Tuberculose fará 10 milhões de mortes até 2015

Do Angola Press
13-10-2010

Paris (França) - Dez milhões de pessoas morrerão da tuberculose até 2015, alertou hoje (quarta-feira) a parceria " Halte a tuberculose" , que apela para meios suplementares estimados em 47 mil milhões de dólares os fundos necessários durante os próximos cinco anos para dividir por dois o número de mortes, reporta hoje (quarta-feira) a AFP.


Cada ano, nove milhões de pessoas contraem esta infecção pulmonar, sobretudo nos países em desenvolvimento de Ásia (55% dos casos) e de África (30%), China, Índia, Indonésia e da África do Sul que chegou à cabeça, sublinha a parceria no seu plano de acção mundial para 2011-2015.


Quase dois milhões de pessoas morrem cada ano desta doença, a bem que a maioria dos casos são curaveis, acrescenta a coligação fundada em 2000 e que reune governos, organizações internacionais, ONG e empresas privadas.



Segundo a fonte, é necessário melhorar o acompanhamento dos doentes e prestar mais atenção aos mais vulneráveis: os seropositivos que contraem a tuberculose (900 mil casos cada ano) e os pacientes que desenvolvem uma resistência aos medicamentos contra a tuberculose (400 mil a 500 mil casos).


No domínio da investigação, é necessário igualmente medicamentos, desenvolver testes de despistagem eficazes, novos ou uma vacina, preconiza a Parceria.



" Halte a tuberculose" considera que 10 mil milhões de dólares (7 mil milhões de euros) são necessários para a investigação e 37 mil milhões de dólares (26,5 mil milhões de euros) para a aplicação do seu plano de acção durante cinco anos.



" Se forem angariados estes valores , cerca de 5 milhões de vidas serão salvas " durante os cinco próximos anos, dos quais mais de dois milhões de mulheres e crianças ", escreve a parceria.


Os países afectados pela tuberculose deveriam estar em condições de reunir cerca de 23 mil milhões de dólares para combater a tuberculose durante cinco anos, considera a parceria que apela aos doadores dos países ricos a injectar 2,8 mil milhões de dólares por ano até 2015 no combate contra esta doença.
Tecnologia do Blogger.