Header Ads

Silvio Santos topa tudo para pagar dívida - até vender o SBT

Extraido de: Notícias Yahoo - 2/11/2010

Silvio Santos topa tudo para conseguir o dinheiro necessário para quitar a dívida que acaba de fazer com o Fundo Garantidor de Crédito (FGC), na tentativa de salvar o Banco PanAmericano. O Homem do Baú topa até vender o SBT, como deixou claro em entrevista à Folha de S. Paulo, publicada nesta sexta-feira.

"Se pagar os R$ 2,5 bilhões que estou devendo, vendo, é claro que vendo. Não precisa nem pagar para mim, paga para o Fundo Garantidor de Crédito. Eu não posso vender nada sem passar pelo Fundo Garantidor de Crédito", disse o apresentador, que garantiu não estar abalado com o caso. "Eu estou sempre bem. Você já me viu mal?"

O trecho da entrevista em que a jornalista Mônica Bergamo pergunta a Silvio Santos sobre a possibilidade de o bilionário Eike Batista fazer uma oferta pelo SBT é hilário. A jornalista indaga o apresentador se Eike quer comprar o SBT e Silvio responde com uma pergunta que é um de seus maiores bordões na TV: "No duro?"

A jornalista diz que sim, e Silvio brinca: "Ah, me arranja! Arranja para mim que eu te dou uma comissão."

Na sequência, Silvio Santos diz não conhecer Eike Batista, apontado pela revista Forbes como o oitavo homem mais rico do mundo. "Quem é? Elque? Ele é americano? Eike? Não, não conheço. Mas, se ele pagar os R$ 2,5 bilhões que estou devendo, vendo, é claro que vendo."

Na entrevista, Silvio Santos disse que não conhece Henrique Meirelles, presidente do Banco Central. Afirmou também desconhecer Rafael Palladino, que era "apenas" o superintendente do PanAmericano. "Nunca fui ao banco. Nem sei onde é o prédio", disse Silvio Santos. "Quando tenho dinheiro, abro uma empresa no Brasil. Aplico no mercado brasileiro. Mas não sou obrigado a ficar sabendo onde é a empresa. Eu tinha uma fazenda que era a segunda maior do Brasil, a Tamakavi, e nunca fui lá. Nem vi no mapa."

Silvio Santos disse também que na reunião que teve com o presidente Lula, em setembro, não tratou do rombo do PanAmericano - apesar de que, na época, a irregularidade contábil já havia sido descoberta e alertada pelo Banco Central. "Estive com ele (Lula) falando sobre o Teleton (programa que arrecada recursos para a AACD). Ele está me devendo R$ 13 mil [risos]. Tive que dar por minha conta porque ele prometeu e não deu os R$ 13 mil (que disse que doaria). Eu falei para ele: 'Se você der R$ 13 mil, a Dilma pode ganhar a eleição'. Porque é o número dela, não é? Não é 13 o número da Dilma?"

Questionado se votou em Dilma, Silvio Santos disse que não votou em ninguém, porque já está com 80 anos (completa em dezembro) e não precisa mais sair de casa para votar.
Tecnologia do Blogger.