25.11.10

Uma em cada três mulheres no mundo é vítima de abuso e violência

Os dados são da ONU na data em que se assinala o Dia Internacional de Eliminação da Violência contra a Mulher.

Yara Costa, da Rádio ONU em Nova Iorque. 25/11/2010

As estatísticas das Nações Unidas mostram que uma em cada três mulheres no mundo já foi espancada, coagida sexualmente ou vítima de algum tipo de abuso.

O Dia Internacional de Eliminação da Violência contra a Mulher, que se assinala nesta quinta-feira, serve de lembrança das proporções pandémicas deste problema e as terríveis consequências para a saúde e bem estar individuais e desenvolvimento económico e social.

Eventos

Para marcar a ocasião, a Unesco está a organizar uma série de eventos, conferências, exposições, debates e a apresentação de um filme que enfatizam as inúmeras formas de violência contra a mulher e realçam os esforços em diversas regiões do mundo para prevenir a violência.

Segundo a directora-geral da Unesco, Irina Bokova, violência contra a mulher é uma violação dos direitos e liberdades fundamentais.

Bokova, acrescentou que qualquer das várias formas de violência é inaceitável.

Paz

Garantir a igualdade e participação plena a todos os níveis do processo de desenvolvimento e manutenção de paz é uma das formas de proteger e promover os direitos e liberdades da mulher.

Mulheres e meninas que vivem em países afectados por conflictos armados sofrem o risco de serem violadas enquanto vão buscar água, segundo o relatório da ONG Earthscan para o Projeto Milênio da ONU.

Por sua vez, o medo de violência sexual aumenta a desigualdade de gênero nas matrículas escolares, uma vez que as famílias temem pela segurança das suas filhas.

A conferência intitulada Mulher, Água e Desenvolvimento Sustentável em África vai discutir estas questões nesta quinta-feira.

Share this