30.12.10

Morte de italiano teve motivação homofóbica

Do Dia Salvador - 30/12/2010

O empresário italiano Gregório Polettieri, 65, foi assassinado na manhã de quarta-feira (29) dentro da pousada que era proprietário. O empresário foi assassinado por Luciano Bonfim Alves, 31, funcionário do estabelecimento.

Segundo a polícia, Luciano mantinha encontros sexuais com o patrão. O crime aconteceu após uma briga entre Luciano e Gregório. Luciano disse á polícia disse que, na manhã do crime, Gregório o levou para o quarto onde costumavam se relacionar sexualmente. Nesse local a vítima também mantinha relações outros homens e lá chegando teria exigido que, dessa vez, o funcionário fizesse o papel de passivo.

Após discutirem, Luciano armou-se com um porrete e aplicou vários golpes na cabeça do italiano que morreu no local, vítima de traumatismo craniano. O homicida enrolou o corpo da vítima com uma colcha, tentou sem sucesso limpar o sangue espalhado pelo cômodo e fugiu.

Proprietário há nove anos da pousada instalada na Rua João Pondé, Gregório Polettieri residia num apartamento de cobertura na Avenida Princesa Izabel, na Barra. Também moram no imóvel a mãe dele, a irmã e um cunhado, todos de origem italiana.

Luciano foi preso quando retornou à pousada por volta de 14 horas para resgatar alguns pertences que havia esquecido no quarto onde aconteceu o homicídio.

Share this

0 Comment to "Morte de italiano teve motivação homofóbica"

Postar um comentário