1.12.10

Serys destaca importância da luta contra discriminação de portadores do vírus HIV


Em discurso em plenário, a senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) registrou a passagem, nesta quarta-feira (1) do Dia Mundial de Combate à Aids e alertou para a necessidade de se reforçar o combate ao preconceito contra portadores do vírus HIV. De acordo com a senadora, se por um lado o Brasil tem realizado avanços no combate ao problema, através da implementação de política publicas adequadas, por outro, os portadores do vírus e doentes ainda sofrem com o estigma social, o que dificulta, segundo ela, sua integração normal à sociedade.

- Pessoas com HIV não precisam ser afastadas do convívio social, pelo contrário, precisam ser mais e mais integradas, porque um dos principais problemas da doença é a fragilização do indivíduo, que, sem apoio, pode ter seu estado de saúde agravado, por conta da depressão, por exemplo - disse.

Serys fez ainda um apelo ao presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), para que coloque em votação naquela Casa o PLS 51/03, de sua autoria, que prevê punições para as pessoas que discriminarem doentes de Aids. O projeto já foi aprovado no Senado.

Ela solicitou ainda ao Ministério da Saúde a realização de campanhas educativas direcionadas a mulheres, divulgando medidas de prevenção, como o uso da camisinha. Segundo a parlamentar, se há alguns anos o número de mulheres infectadas era muito baixo, hoje o vírus está se propagando entre mulheres tanto quanto entre homens.

Palestinos

No mesmo pronunciamento, Serys prestou uma homenagem aos palestinos, em razão da comemoração, em sessão especial no Senado nesta terça-feira (30), do Dia Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino, celebrado em 29 de novembro.

Serys considerou como "boas novas" para o povo palestino declarações do presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, pedindo o fim do crescimento dos assentamentos israelenses em território ocupado.

Da Redação / Agência Senado

Share this