1.12.10

Suplicy elogia o filme 'Em teu nome', sobre a ditadura militar


O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) elogiou, em Plenário, o filme Em Teu Nome, do cineasta gaúcho Paulo Nascimento, que relata a trajetória do jovem estudante gaúcho João Carlos Bona Garcia, preso, torturado e exilado pela ditadura militar. O filme foi exibido na terça-feira (30), no Senado, com o apoio do senador Pedro Simon (PMDB-RS).

O filme, disse Suplicy, mostra as tribulações sofridas por Bona Garcia desde a prisão no Brasil até o seu retorno, com a promulgação da Lei da Anistia, passando pelo exílio no Chile, até o golpe militar contra o presidente Salvador Allende, pela Argélia e França, onde estudou Direito e Economia.

Em aparte, Pedro Simon elogiou a participação de Suplicy no debate realizado logo após a exibição do filme, no auditório Petrônio Portela. Simon disse que Suplicy nunca se furta de participar de discussões que envolvam temas como liberdade, soberania, renda mínima, democracia e direitos sociais, seja no Brasil, na África "ou em qualquer outro local no país e no mundo".

Simon também mencionou a discussão sobre a luta armada contra a ditadura militar na qual Bona Garcia se inseriu e sua validade para a reconquista da democracia em comparação com a luta institucional encetada pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), do qual ele próprio e o senador Suplicy fizeram parte. Afirmou que todos queriam mudar, tendo apenas buscado caminhos diferentes.

Suplicy leu em Plenário carta em estilo poético do teatrólogo José Celso Martinez Corrêa, endereçada ao dono do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) Sílvio Santos para agradecer ao empresário a cessão do terreno de um estacionamento para a montagem de uma peça de teatro.

Da Redação / Agência Senado

Share this