26.1.11

Travesti é morto a pedradas na CIC

Janaina Monteiro 25/01/2011 Do Paraná Online

























João “Natasha” já tinha sofrido dois atentados, que lhe renderam cicatriz.

Um travesti foi encontrado morto, no início da manhã de ontem, às margens da Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, na Vila Santa Helena, Cidade Industrial. De acordo com a polícia, João Leandro Rosário dos Santos, 26 anos, conhecido como “Natasha”, foi assassinado com pedradas na cabeça onde fazia ponto.

A Polícia Militar foi chamada por volta das 7h30, depois que moradores encontraram a vítima, caída na valeta entre a avenida e a BR-376. Próximo ao corpo, havia garrafas de bebida alcoólica, bituca de cigarro, além das pedras manchadas de sangue.

O delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Homicídios, apurou que, por volta das 2h, moradores ouviram gritos de socorro e uma pessoa dizendo “saia, saia!”. “É possível que alguém tenha abordado a vítima, pensando que era mulher e, quando descobriu que não era, começou a agredi-la”, comentou o delegado.

Mãe

A mãe de João, Delair do Rocio do Rosário Lemos, e a tia Arabel Silva, conversaram com o investigador Magalhães. De acordo com a família, João teve a homossexualidade aflorada aos 14 anos.

Conforme os familiares, a vítima não tinha residência fixa e era usuária de droga, o que também pode ter ligação com o assassinato. “Há cerca de dois meses, João sofreu duas tentativas de homicídio”, contou Magalhães.

Em um dos casos, segundo relatou Arabel, o sobrinho foi esfaqueado e ficou com uma grande cicatriz. Quem tiver informação que leve aos assassinos pode entrar em contato com a delegacia, pelo telefone 3360-1400. Não é necessário se identificar.

Share this

0 Comment to "Travesti é morto a pedradas na CIC"

Postar um comentário