10.1.12

Prefeitura de Manaus aumenta os investimentos na saúde e Semsa anuncia os projetos para 2012

Foto: CLOVIS MIRANDA / SEMCOM

Prefeitura aumenta os investimentos na saúde e Semsa anuncia os projetos para 2012
Prefeitura aumenta os investimentos na saúde
A rede municipal de saúde vai contar, neste ano, com recursos na ordem de R$ 555 milhões. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa com exclusividade os projetos e as obras que serão executados. O orçamento de 2012, segundo ele, é 6,9% maior do que o de 2011; 10,7% sobre o de 2010 e 27% a mais do que o de 2009, início da administração do prefeito Amazonino Mendes. "Os recursos previstos para 2012 representam 18,51% do orçamento da Prefeitura de Manaus, acima dos 15% exigidos em lei", destaca.

As ações estabelecidas para 2012 e os programas que já estão sendo executados na rede municipal de saúde, na avaliação de Deodato, representam um salto de qualidade na atenção básica, inclusive já preparando a cidade para a Copa de 2014. No orçamento de 2012, diz ele, estão inseridos projetos importantes, que consolidam as mudanças que vêm sendo conduzidas por meio do Programa de Reestruturação da Rede Pública Municipal de Saúde.

O secretário adianta que estão na lista das obras para 2012, 27 Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), no novo formato ampliado, que serão entregues logo no início deste ano, e mais

108 que serão construídas ao longo de 2012, por meio de Parceria Público-Privada.

As novas UBSFs, de 130 metros quadrados e com a oferta de mais serviços à população, substituem as antigas "casinhas de saúde", de 32 metros quadrados. O novo modelo permite que as famílias cadastradas recebam, também, atendimento odontológico, além de terem acesso aos serviços de coleta de exames, imunização, farmácia, nebulização e curativo, que antes não existiam. O espaço físico e os serviços oferecidos nas novas "casonas de saúde", como são chamadas pela população, diferem do restante do país, tornando o modelo de Manaus pioneiro, no sistema de saúde brasileiro.

Deodato anuncia como novidade para 2012 a construção do Núcleo de Assistência à Saúde da Família (NASF), de 390 metros quadrados.

Trata-se, conforme explica, de uma unidade que servirá de apoio às UBSFs, atuando com fisioterapeuta, psicólogo, assistente social, farmacêutico, fonoaudiólogo, profissional de educação física, nutricionista, terapeuta educacional, ginecologista, médico homeopata, acupunturista, pediatra e psiquiatra. O NASF abrange nove áreas estratégicas: atividade física/práticas corporais; práticas integrativas e complementares; reabilitação; alimentação e nutrição; saúde mental; serviço social; saúde da criança, do jovem e do adolescente; saúde da mulher e assistência farmacêutica.

Francisco Deodato também informa que a Secretaria Municipal de Saúde

(Semsa) vai implantar mais sete Farmácias Gratuitas. Hoje, existem três farmácias do tipo, funcionando nos terminais de ônibus T3, na Cidade Nova, zona Norte; T4, no Jorge Teixeira, e T5, no São José, ambas na zona Leste.

Desde que foi implantado, o programa já distribuiu cerca de 18 milhões de unidades de 84 tipos de medicamentos.

A Semsa também vai concluir a implantação de três Unidades de Saúde Ambulatorial (USA), que vão reforçar o atendimento na zona Norte de Manaus. São as USAs Sálvio Belota, Balbina Mestrinho e Frei Valério. A Prefeitura entregou, em 2011, a USA Dr. Alfredo Campos, no Zumbi II, zona Leste. Esse tipo de unidade funciona das 7h às 22h, de segunda a sexta-feira, e de 7h às 18h aos sábados, com o objetivo de facilitar o acesso das pessoas que trabalham ou que não têm como ir à consulta médica, no horário comercial. Além do horário estendido, as USAs possuem o diferencial do apoio diagnóstico, oferecendo exames de mamografia, ultrassonografia e raio X.

A área de remoção, disse Deodato, ganhará o reforço de mais duas bases do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) - na Cidade de Deus, zona Norte, e no Puraquequara, zona Leste. A Prefeitura já tinha nove bases do SAMU, contando com a fluvial, e fechará 2012 com 11. O SOS Vida também será ampliado, chegando a todas as zonas da cidade, com mais três bases que serão construídas este ano - na Grande Circular, zona Leste, na Compensa, zona Oeste, e no Núcleo 13 da Cidade Nova, zona Norte. O SOS Vida, que possui, hoje, duas bases, atende com ambulâncias e vans as pessoas que precisam deslocar-se para tratamento de saúde e têm dificuldades físicas ou financeiras.

Outra área que será reforçada é a de atendimento odontológico. Manaus vai ganhar, este ano, mais um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), aumentando para quatro o número de unidades deste tipo, contando com as já implantadas nas zonas Sul, Oeste e Norte. Os CEOs oferecem atendimentos como cirurgia oral menor; endodontia (tratamento de canal); periodontia; odontopediatria; dor orofacial, disfunção da articulação temporomandibular

(ATM) e atendimento a pacientes com deficiência.

Segundo Deodato, também está prevista a construção de dois Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) - do tipo AD, para dependentes de alcoolismo e outras drogas e do tipo "i", para atender crianças com transtornos mentais graves. E o prefeito Amazonino Mendes já anunciou que colocará em funcionamento mais "Carretas da Mulher", como são popularmente conhecidas as Unidades Móveis de Saúde da Mulher. Hoje, a Semsa tem 04 unidades desse tipo, levando aos bairros mais afastados os serviços de mamografia, ultrassonografia e coleta de preventivo de câncer de colo de útero.

Também vai aumentar ainda mais, este ano, a rede de ambulatórios para tratamento de fumantes. A Semsa implantou 11 ambulatórios, instalados de forma a cobrir todas as zonas da cidade, inclusive a área rural, e prevê a inauguração de mais cinco este ano.

Outro serviço que será ampliado é o de Assistência Especializada em HIV e Aids (SAE), para que possa alcançar todas as zonas da cidade. A Prefeitura já conta com três SAEs, onde é oferecida atenção integral aos pacientes, com equipe formada por médicos, psicólogos, enfermeiros, farmacêuticos, bioquímicos e assistentes sociais. Os SAEs funcionam nas Policlínicas Raimundo Franco de Sá, na zona Oeste, Dr. Antônio Comte Telles, na zona Leste, e José Antônio da Silva, na zona Norte, atendendo a cerca de 1.400 pacientes, mensalmente. Neste ano, será implantado mais um SAE, desta vez na Policlínica Antônio Reis, na zona Sul.

Desafios na saúde - Francisco Deodato, que está à frente da Semsa desde o início da atual administração e conduzindo todas as mudanças que estão sendo operadas na rede municipal de saúde, diz que os desafios são grandes, mas estão sendo aos poucos superados. "O prefeito Amazonino Mendes sempre fez questão de priorizar a área da saúde, autorizando investimentos além do previsto constitucionalmente e buscando soluções inovadoras para atender a demanda crescente de Manaus", afirmou, destacando "o esforço da equipe da Semsa, comprometida com a questão da saúde pública".

O orçamento para a saúde, no município, destaca o secretário, vem crescendo ano a ano. Em 2009, início da atual administração, os recursos para o setor foram de R$ 434,4 milhões. Em 2010, aumentou para 501,7 milhões e, em 2011, chegou a 519,2 milhões.

Em 2011, disse ele, a Prefeitura concluiu uma das mais importantes obras na área da saúde: a nova Policlínica Comte Telles, que foi ampliada e passou a ter um laboratório com capacidade potencial para processamento superior a 1,6 milhão de exames por ano, nas áreas de hematologia, bioquímica, imunologia/hormônio, parasitologia/urinálise e baciloscopia e cultura para tuberculose.

Entre os programas inovadores da Prefeitura para a área de saúde, o secretário disse que, pelo alcance e benefício oferecido à população, a implantação das Unidades Móveis de Saúde (as carretas modernamente equipadas, que percorrem os bairros mais afastados da cidade) já podem ser consideradas como um grande êxito da administração.

A Prefeitura conta, hoje, com quatro "Carretas da Mulher", quatro Unidades Móveis de Saúde Odontológica e duas de Saúde Médico-Ambulatorial, onde são feitas consultas médicas nas especialidades de pediatria e oftalmologia, além de coleta e realização de exames laboratoriais e orientação em Nutrição.

O secretário também destacou como outro grande acerto o programa de Nutrição Infantil "Leite do Meu Filho", lançado este ano. O programa faz parte da política de combate à desnutrição e mortalidade infantil e já está beneficiando cerca de 61 mil crianças até 3 anos de idade. Para participar do programa, as famílias têm que cumprir uma série de exigências para que a saúde das crianças seja monitorada por profissionais da rede pública de saúde. No caso de 0 a 6 meses, em consonância com a política de promoção e incentivo ao aleitamento materno, só são cadastrados casos de morte materna ou mãe com HIV.

Também merece destaque, na opinião de Deodato, a área de apoio diagnóstico, que vem tendo a capacidade de atendimento ampliada pela Prefeitura, com a implantação dos Laboratórios Distritais, uma inovação nessa área e que consiste em uma superestrutura capaz de realizar, cada um, mais de 1,2 milhão de exames por ano. Os Laboratórios Distritais são interligados on-line, atendendo a demanda de todas as unidades de saúde da rede municipal das suas respectivas áreas de abrangência. Já foram inaugurados os laboratórios Oeste, Norte e Leste.

Outro salto importante que ele aponta na saúde é a transformação do SAMU, em um serviço que hoje é referência para o Ministério da Saúde (MS). O SAMU de Manaus realiza, hoje, uma média de 3,4 mil remoções de pacientes por mês e passou, em parceria com o MS e o Hospital do Coração de São Paulo (HCor), a oferecer o Sistema de Telemedicina Digital nas seis Unidades Suporte Avançado (ambulâncias do tipo UTI) do serviço. O sistema permite a realização de eletrocardiograma, ainda no local do atendimento, via celular, naqueles pacientes com suspeita de infarto agudo do miocárdio.

Fonte: PMM

Share this

0 Comment to "Prefeitura de Manaus aumenta os investimentos na saúde e Semsa anuncia os projetos para 2012"

Postar um comentário