Ufal abre edital para fabricante de pomada que cura verrugas do HPV. - Dartanhã

Breaking News

test banner

Breaking

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

11.12.13

Ufal abre edital para fabricante de pomada que cura verrugas do HPV.


A pomada, que já despertou o interesse da indústria farmacêutica, tem como princípio ativo os taninos e utiliza o extrato vegetal do barbatimão, erva comum na flora do litoral brasileiro.
Myllena Diniz – estudante de Jornalismo

Pesquisa desenvolvida na Universidade Federal de Alagoas (Ufal) coloca fim a um dos mais graves sintomas do HPV – as verrugas genitais. O trabalho, desenvolvido por quatro professores da instituição, é fruto de 12 anos de estudos e resultou na patente de uma pomada que curou 100% dos pacientes testados no Hospital Universitário (HU). Nesta terça-feira, 10, o Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) lança edital para empresas interessadas em licenciamento para exploração exclusiva do produto.

A pomada, que já despertou o interesse da indústria farmacêutica, tem como princípio ativo os taninos e utiliza o extrato vegetal do barbatimão, erva comum na flora do litoral brasileiro. O produto foi testado, durante cinco anos, em 46 pacientes do Hospital Universitário diagnosticados com alguns dos 200 tipos de papilomavírus.
Todos os investigados passaram por tratamento de dois meses e utilizaram a pomada duas vezes ao dia. A pesquisa, desenvolvida pelos professores Luiz Carlos Caetano, Pedro Accioly e Zenaldo Porfírio, em parceria com o médico Manoel Álvaro, apresentou resultado positivo já nas primeiras aplicações. “Indicamos a pomada em crianças, jovens, idosos, gestantes e até para as pessoas com imunodeficiência, como é o caso dos portadores de HIV. Todos constataram a cura do papilomavírus e, o melhor, sem recorrência da doença”, destacou Manoel.

Com apoio da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propep), o grupo teve patente aprovada pelo Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI). A pesquisa também foi encaminhada aos Estados Unidos, por meio investimentos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), o que indica que pode ser a primeira patente internacional da Universidade.

Concessão com exclusividade de tecnologia protegida

O NIT lança edital para empresas interessadas na composição farmacêutica desse tratamento contra a infecção HPV, na qual são utilizados extratos de barbatimão. A contratação da empresa a ser selecionada envolve a produção e a comercialização da pomada no Brasil e no exterior.

De acordo com o edital, o licenciamento permite o direito de uso e de exploração exclusiva da criação protegida pelo NIT. A concessão de licença para a fabricação e a comercialização do produto obedece aos termos da patente PI-1004542-2, emitida pelo INPI.

As empresas interessadas devem encaminhar suas propostas de preços e os documentos necessários para a contratação à sede do NIT, situado no prédio da reitoria da Ufal, no Campus A.C. Simões, em Maceió. A entrega deve ser feita até às 14h do dia 9 de janeiro. “Após a contratação, a empresa selecionada deverá iniciar a fabricação no prazo de seis meses”, reforçou a coordenadora do Núcleo, Sílvia Uchôa.

Fonte: UFAL

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Páginas