19.12.14

Movimentos sociais ligados aos soropositivos buscam apoio da Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa

Militantes buscam apoio da Frente para facilitar o acesso dos soropositivos a cirurgias reparadoras de seqüelas
A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) recebeu, na manhã desta quinta-feira (18), representantes de movimentos sociais ligados aos portadores do vírus HIV. Os militantes buscam apoio da Frente Parlamentar para facilitar o acesso dos soropositivos a cirurgias reparadoras de sequelas ou consequências do uso prolongado de medicamentos antirretrovirais.

Valcilene Santos, coordenadora da Associação de Redução de Danos do Amazonas (ARDAM), explicou que espera a colaboração da Frente Parlamentar para conscientizar a sociedade sobre a lipodistrofia (acúmulo de gordura no corpo) e lipoatrofia (perda de gordura no corpo). “Essas doenças são consequência do uso prolongado dos antirretrovirais e afetam principalmente as mulheres portadoras do HIV, com a diminuição da autoestima e insatisfação com o próprio corpo, trazendo prejuízos para a vida social e sexual. Já buscamos a Secretaria de Saúde para conseguir cirurgia reparadora para as mulheres portadoras, mas recebemos a resposta de que não há profissional capacitado para o procedimento. No entanto queremos garantir esse direito e o acesso à cirurgia”, esclareceu, acrescentando que hoje, no Amazonas, existem mais de 10 mil pessoas portadoras do vírus, sendo cerca de nove mil apenas em Manaus.

O representante da Frente Parlamentar, Ronaldo André Brasil, afirmou que uma parceria pode ser firmada para, futuramente, ser criada uma Frente Parlamentar em Defesa dos Portadores do HIV. “A partir desta primeira reunião vamos traçar uma agenda de ações para tentar solucionar essa dificuldade. Podemos até mesmo sugerir aos parlamentares da próxima legislatura que seja criada uma Frente voltada para os portadores do HIV”, comentou.

Na reunião, estiveram presentes representantes da Rede das Mulheres Positivas, Movimento das Cidadãs Positivas e Associação Garotos da Noite, entre outros movimentos. Ao término ficou agendada uma segunda reunião para o próximo dia 19 de janeiro para que sejam definidas as ações necessárias para viabilizar o acesso dos soropositivos à cirurgia reparadora.

Do Portal ALE-AM

Share this

0 Comment to "Movimentos sociais ligados aos soropositivos buscam apoio da Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa"

Postar um comentário